Plantillas Joomla by InMotion

Uruguai, parte 1: Porto Alegre em 3h

Dois Paulistanos no Uruguay – Parte I: Paradinha em Porto Alegre

Porto Alegre e o Uruguai... 
Placas para lá de sugestivas, no Centro de Porto Alegre

 

Ocasião e escolha

Eu e a Clelma viajamos para comemorar nossos 15 anos de casamento, e escolhemos o Uruguai por ser um país receptivo, próximo, e de fácil acesso. Para irmos para lá não é preciso passaporte, dizem também que os brasileiros são bem tratados por lá, o que é fato. Escolhemos ficar mais em Montevidéu por ser uma cidade ao mesmo tempo bem urbana, mas também bem mais calma que São Paulo, nossa cidade.

Porto Alegre

Optamos por sair do aeroporto de Congonhas (São Paulo), em vez de Guarulhos, por ser bem mais perto de nossa casa. O voo saindo de lá tem escala em Porto Alegre, então escolhemos de propósito um que teria 6h de intervalo, assim aproveitamos para conhecer a capital gaúcha, mesmo que só um pouco, afinal nunca tínhamos ido a essa que é uma das mais importantes cidades do país. Tínhamos então, na prática, umas 3h para nosso tour. Facilita o fato de o aeroporto ter fácil acesso ao centro, de trem, que é barato e rápido, e apesar de antigo é limpo e bem menos cheio que São Paulo, e o pessoal mais educado.

Trem urbano em Porto Alegre
Eu e a Clelma no trem de POA

Em um breve passeio tivemos uma amostra interessante da cidade. Fomos de trem, o Aeromóvel, muito moderno e bonitinho, nos leva até a estação Aeroporto da Trensurb, e dali até a Mercado, é rapidinho. No mercado Municipal, na porta da estação, tomamos um café, bem devagar, e curtimos o movimento por lá, muito bonito para fotografar, mistura de trabalhadores, turistas, donas de casa... O prédio é antigo, bem bonito, e está sendo restaurado.

Mercado Municipal de POA, muita coisa boa!
Cuidado, a multa é alta heim!  Mercado Municipal de Porto Alegre, RS. Out/2014. #urbanidadesmoveis #portoalegre
Mercado Municipal de POA

Depois andamos um pouco pelas ruas do centro bem gostosas para uma caminhada, e com cores muito legais para fotos, com uma arquitetura basicamente da primeira metade do século XX.

As belas cores do Centro de POA !
Centro de POA

Fomos até o Gasômetro, que é como um parque e centro cultural, na beira do rio Guaíba, uma caminhada de 20 min. por ruas agradáveis. Melhor ir pela Rua dos Andradas, fomos pela 7 de Setembro e no final tem calçadas ruins e tivemos que atravessar uma praça meio abandonada.

Rio Guaíba e Gasômetro 
Chegando no Gasômetro

Rio Guaíba e Gasômetro
Gasômetro

Alí no Gasômetro é legal ficar vendo os barcos, sentindo o movimento do rio, que é muito importante para a cidade. Se quiser andar mais um pouco, dali começa uma espécie de parque linear ao longo do rio, não fomos, mas parecia legal. A arquitetura industrial é ótima para fotos, a grande chaminé ao lado do edifício principal rende boas imagens, pegamos bem na hora que o sol fica atrás dela, umas 10h no horário de verão. 

Rio Guaíba e Gasômetro
Rio Guaíba e Gasômetro
Rio Guaíba e Gasômetro
Gasômetro, Porto Alegre, com minha linda, bah, trilegal!
Rio Guaíba e Gasômetro

Voltamos pela Rua dos Andradas, e passamos pela Igreja N.S. das Dores, que é famosa, pois, além de muito linda, dizem haver nela uma maldição, pois um escravo, enforcado em frente a ela, jurando inocência, disse que o seu senhor não veria o fim das obras, que de fato atrasaram muito.

Igreja amaldiçoada... (?)
Igreja N.S. das Dores

Voltamos ao centro, tomamos mais um café e comemos um lanche, e voltamos ao aeroporto. Pode-se fazer esse passeio em 2 ou 3 horas. Poderíamos ter curtido bem mais o centro, mas não dá pra arriscar perder o avião né... 

Em breve posto a segunda parte do relato, falando de nossa chegada a Montevidéu! 

Acessos: 1586

Busca